Publicidade

Publicidade

Publicidade

Feirante de 65 anos é espancado e roubado na manhã desta quarta-feira na Zona Rural de Espigão do Oeste

0
Real Turismo

Mais um caso de roubo foi registrado pela Polícia Militar na manhã desta quarta-feira, 18/09, na zona rural de Espigão do Oeste, a cerca de 8 quilômetros do perímetro Urbano. Segundo relatos da Vítima o Sr. Humberto Lampier de 65 anos, morador da Linha Lagoa dos Patos, era por  volta  das 7:15h quando o mesmo saiu para ligar a irrigação deixando  sua companheira  a Sr. Henriqueta  de 75 anos nos  afazeres da casa, após ligar  a  irrigação  quando estava voltando para o café da manhã já próximo da residência, notou  que  havia dois homens encapuzados na área da casa e os mesmos batiam muito forte nas  costa de sua esposa, de imediato o mesmo  interveio na injusta agressão pedindo para que os meliantes não fizessem aquilo, pois  se era  dinheiro que eles queriam ele iria dar.

Segundo relatos do Sr. Humberto os infratores empurraram os dois para dentro da residência  com muita truculência um deles de posse de uma faca de propriedade do Sr. Humberto o outro com uma arma de fogo, continuaram as agressões exigindo dinheiro. No decorrer das agressões a vítima percebeu que poderia acontecer algo de pior pois, as ameaças eram muitas e já haviam levado vários socos e chutes no rosto e ele estava todo ensanguentado, pensado em salvar sua vida e de sua esposa em um deslize do infrator o senhor Humberto segurou a faca da mão do meliante com tamanha força chegando a entrar em luta corporal com os dois desarmando-os, foi quando um deles gritou “corre que ele vai nos matar” em seguida, os dois fugiram rapidamente para o mato tomando rumo ignorado levando ainda cerca de 1.500,00(Um Mil e quinhentos Reais) parte  que estava guardado e parte da carteira da Vítima .

A Polícia Militar foi acionada e em poucos minutos chegaram ao local realizando diligência pela localidade não sendo mais possível encontrar os meliantes. O Sr. Humberto e sua esposa foram encaminhados ao pronto socorro pois estavam muito machucados e abalados. O caso foi registrado na UNISP ficando sob os cuidados da Polícia Judiciária para as devidas investigações e para que em pouco tempo os meliantes possam estar atrás das grades onde é o seu lugar.

por Evisson Borges/Espigaoalerta
da Evisson Borges/Espigaoalerta

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. AceitarVeja Mais