Publicidade

Publicidade

Festival Estudantil Rondoniense de Artes termina com premiações em Ji-Paraná

0
Real Turismo

O Festival Estudantil Rondoniense de Artes (Fera) encerra na noite desta quinta-feira (6) com apresentações e premiações de música. Artes visuais (fotografia, pintura, escultura e grafite), mais cinema, teatro e dança também serão premiados no decorrer do último dia do evento que reuniu 264 estudantes-artistas de escolas públicas estaduais de 39 cidades, no auditório Leila Barreiros, em Ji-Paraná.

O coordenador geral do Fera, Raimundo Melo, avalia o evento como um dos melhores realizados. “Estamos muito satisfeitos pela desenvoltura dos alunos-artistas em todos os segmentos. Não dá para apontar qual foi o melhor trabalho. Todos eles, com sua particularidade, têm o seu merecido valor”.

Para o professor Carlos Reis, um dos componentes da banca de avaliadores das artes visuais e ministrante da oficina de expressão corporal, o Fera é um exemplo de evento que deve ser incentivado a cada ano e em cada município.

“Diante dos parcos recursos e de estruturas enfrentadas pelos jovens aspirantes das artes em muitas cidades rondonienses, os alunos estão no caminho certo: o de desenvolver as habilidades artísticas. Os trabalhos são notadamente interessantes”, disse o professor, mantendo sigilo sobre a votação das fotografias.

Veja galeria de fotos do evento

Durante três dias em Ji-Paraná, estudantes-artistas de todas as regiões de Rondônia tiveram oportunidade de mostrar a veia artística no Fera sob olhares criteriosos de avaliadores. O Fera oportuniza aos jovens mecanismos de aprendizado artístico, cultural e de integração social, além de ser um espaço de incentivo e motivação para o desenvolvimento artístico, como é o caso de João Reys, o vencedor do segmento música na edição de 2017, em Porto Velho.

“Ano passado ganhei cantando o estilo sertanejo universitário. Isso me abriu portas. Sugiro aos estudantes que abrace o sonho de ser artista e leve adiante o projeto”, disse João Reys, em vídeo encaminhado aos organizadores do Fera, em Ji-Paraná. Ex-aluno da escola estadual Monte Caramelo, em Chupinguaia, João Reys se apresentou em novembro no programa do Ratinho, no SBT, e atualmente faz apresentações em Belo Horizonte (MG).

Também do Sul de Rondônia, a estudante Amanda Yasminn Santana Garcia, não foi vencedora no segmento em que competiu, a dança, pela primeira vez no evento estadual. “Foi uma experiência única. Dei o meu melhor e sou muito grata pela oportunidade de me apresentar. O Fera é, de fato, um evento impressionante para agregar conhecimentos e integração social”, disse a aluna da escola estadual Paulo de Assis Ribeiro, de Colorado do Oeste.
A etapa estadual do Fera é realizada em Ji-Paraná pela primeira vez. O evento é organizado pela Gerência de Educação Física, Esporte e Cultura Escolar (Gefece), órgão da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) e tem o apoio do Ministério Público.

por Secom
da Secom

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. AceitarVeja Mais