fbpx
Informação a Serviço da População.

Festival Estudantil Rondoniense de Artes termina com premiações em Ji-Paraná

Real Turismo

O Festival Estudantil Rondoniense de Artes (Fera) encerra na noite desta quinta-feira (6) com apresentações e premiações de música. Artes visuais (fotografia, pintura, escultura e grafite), mais cinema, teatro e dança também serão premiados no decorrer do último dia do evento que reuniu 264 estudantes-artistas de escolas públicas estaduais de 39 cidades, no auditório Leila Barreiros, em Ji-Paraná.

O coordenador geral do Fera, Raimundo Melo, avalia o evento como um dos melhores realizados. “Estamos muito satisfeitos pela desenvoltura dos alunos-artistas em todos os segmentos. Não dá para apontar qual foi o melhor trabalho. Todos eles, com sua particularidade, têm o seu merecido valor”.

Para o professor Carlos Reis, um dos componentes da banca de avaliadores das artes visuais e ministrante da oficina de expressão corporal, o Fera é um exemplo de evento que deve ser incentivado a cada ano e em cada município.

Publicidade

Publicidade

“Diante dos parcos recursos e de estruturas enfrentadas pelos jovens aspirantes das artes em muitas cidades rondonienses, os alunos estão no caminho certo: o de desenvolver as habilidades artísticas. Os trabalhos são notadamente interessantes”, disse o professor, mantendo sigilo sobre a votação das fotografias.

Veja galeria de fotos do evento

Durante três dias em Ji-Paraná, estudantes-artistas de todas as regiões de Rondônia tiveram oportunidade de mostrar a veia artística no Fera sob olhares criteriosos de avaliadores. O Fera oportuniza aos jovens mecanismos de aprendizado artístico, cultural e de integração social, além de ser um espaço de incentivo e motivação para o desenvolvimento artístico, como é o caso de João Reys, o vencedor do segmento música na edição de 2017, em Porto Velho.

“Ano passado ganhei cantando o estilo sertanejo universitário. Isso me abriu portas. Sugiro aos estudantes que abrace o sonho de ser artista e leve adiante o projeto”, disse João Reys, em vídeo encaminhado aos organizadores do Fera, em Ji-Paraná. Ex-aluno da escola estadual Monte Caramelo, em Chupinguaia, João Reys se apresentou em novembro no programa do Ratinho, no SBT, e atualmente faz apresentações em Belo Horizonte (MG).

Também do Sul de Rondônia, a estudante Amanda Yasminn Santana Garcia, não foi vencedora no segmento em que competiu, a dança, pela primeira vez no evento estadual. “Foi uma experiência única. Dei o meu melhor e sou muito grata pela oportunidade de me apresentar. O Fera é, de fato, um evento impressionante para agregar conhecimentos e integração social”, disse a aluna da escola estadual Paulo de Assis Ribeiro, de Colorado do Oeste.
A etapa estadual do Fera é realizada em Ji-Paraná pela primeira vez. O evento é organizado pela Gerência de Educação Física, Esporte e Cultura Escolar (Gefece), órgão da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) e tem o apoio do Ministério Público.

Centranet
por Secom
da Secom
Veja mais
Comentários
Carregando...