Compartilhe
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
08
ago
2020

Gabinete de Crise do governo de Rondônia alinha ações para reduzir ocupação de leitos de UTI em Cacoal

Atentos às necessidades dos 52 municípios rondonienses, o Gabinete de Crise do Governo de Rondônia, composto por representantes da saúde, econômica, segurança pública e de comunicação, estiveram reunidos nesta segunda-feira (20), por videoconferência, para alinhar ações para aliviar a pressão por leitos de UTIs no Hospital Regional de Cacoal, que está completamente ocupado.

O secretário adjunto de Estado da Saúde (Sesau), Nélio de Souza, anunciou que irá, juntamente com uma equipe, até o município para dar uma resposta a essa situação.

Em diálogo para encontrar soluções conjuntas, o Gabinete de Crise apontou encaminhamentos como verificar a possibilidade de encaminhar, prioritariamente, pacientes para hospitais da mesma macrorregião, que é a 2, e que não está em colapso, ainda há leitos em Vilhena e Ji-Paraná, por exemplo.

Outra possibilidade para ajudar Cacoal, que já está em curso, é a transferência para a macrorregião da saúde 1, que tem o município de Porto Velho como referência. Outros apontamentos para o enfrentamento à Covid-19 no município, assim como ajustes nas estratégias estaduais de combate à doença, também foram discutidos na reunião.

Essa não é a primeira vez que a Sesau vai in loco verificar a situação de um município e levar apoio conjunto para superar o avanço da doença. Os municípios de Guajará-Mirim e São Miguel do Guaporé já receberam anteriormente forças-tarefas da secretaria para estabilização dos casos da Covid-19.

O Gabinete de Crise segue em alerta para fazer as intervenções necessárias para conter a pandemia em Rondônia.

Fonte: Governo de Rondônia

Notícias Relacionadas