Publicidade

Publicidade

Governador fala de ações fundamentadas no combate à corrupção na posse do superintendente da CGU em Rondônia

0
Real Turismo

A prevenção, visando contribuir para o enfrentamento da corrupção e o combate implacável de atos ilícitos, foi apontada como linhas definidas de atuação durante a posse do novo superintendente da Controladoria-Geral da União em Rondônia (CGU), Miguel Maurício Kurilo, para a gestão 2019/2023, ocorrida na tarde de quinta-feira (1º), no auditório da reitoria do Instituto Federal de Rondônia (Ifro). Na ocasião, o governador do Estado, coronel Marcos Rocha, enalteceu todo o trabalho da CGU e reforçou as ações fundamentadas no combate à corrupção e no uso eficiente dos recursos públicos.

O ministro da Controladoria-Geral da União, Wagner de Campos Rosário, presidiu a cerimônia de posse do novo superintendente e reforçou a defesa de ações conjuntas e articulada entre os órgãos no combate à corrupção e, inclusive, defendeu uma aproximação entre os órgãos de controle e gestores, sendo efetiva e de construção de soluções para um melhor caminho possível.

Ao fazer uso da palavra, o governador Marcos Rocha parabenizou o superintendente Miguel Maurício Kurilo pela importante função que assume e, ao mesmo tempo, agradeceu à Controladoria Geral da União lembrando que assumiu o governo fortalecendo os objetivos alicerçados no combate à corrupção e no uso eficiente dos recursos públicos. Fato que, confirmado pelo chefe do Executivo, começou a ser concretizado no lançamento do pacote anticorrupção e no fortalecimento do Sistema de Controle Interno do Poder Executivo.

“É oportuno que esse agradecimento seja feito na presença do Ministro Wagner Rosário. A CGU-Rondônia tem sido uma importante parceira proporcionando avanços na qualidade do nosso controle. Não só a CGU como demais órgãos de Controle Externo como TCE, MPE, MPF e outros. A importância da CGU nesse processo de melhoria do Sistema de Controle do Estado se dá não só pela eficiência de suas fiscalizações e auditorias, mas, principalmente, por dialogar e trocar experiências com Poder Executivo do nosso Estado, orientando, apresentando boas práticas, capacitando e atuando em parceria através de termos de cooperações técnicas com a nossa Controladoria-Geral do Estado”, argumentou o governador.

O discurso do governador vai ao encontro da linha de atuação apresentada pelo superintendente Miguel Maurício Kurilo que tonificou a prevenção que possa contribuir para o enfrentamento da corrupção, por disseminar uma cultura responsável na gestão dos recursos, ampliar a percepção de risco e inibir a prática de ilícitos, bem como medidas implacáveis com os que cometem a corrupção.

Dessa forma, o superintendente citou o tema “prevenção e combate à corrupção” como linha definida de atuação da CGU e que dará ênfase à missão.  Durante seu pronunciamento, o superintendente também citou algumas atividades desenvolvidas e agradeceu ao governador Marcos Rocha pela disponibilidade, proatividade e dedicação de toda sua equipe, principalmente ao controlador Geral do Estado, Francisco Neto, que, juntos, buscam soluções e inovações com o viés de impedir e dificultar a prática da corrupção nos órgãos do Estado, bem como incrementar valor às instituições públicas no desempenho.

Marcos Rocha destacou ser notória que a troca de informações e parcerias estabelecidas entre os órgãos de controle interno e externo são essenciais para que o Estado aplique seus recursos de maneiras eficiente, eficaz e efetiva dentro dos parâmetros legais e ofereça serviços dignos e de qualidade para o cidadão de Rondônia. “A união é importante porque cada objetivo alcançado, cada meta atingida é mérito de todos e não de A ou B. Desejo ao superintendente Miguel Maurício Kurilo, muita sorte para cumprir sua missão e que continue, através das ações da CGU, ajudando o Estado de Rondônia a se desenvolver. Deixo também a mensagem e o desejo de que a transparência, o respeito e a qualidade de vida do cidadão de Rondônia sejam forças motrizes do Sistema de Controle do Estado de Rondônia. Pois, podemos dizer que a soma de todos os controles internos e externos, federais, estaduais e municipais representam o Sistema de Controle do Estado”, frisou o governador aproveitando para parabenizar o ministro Wagner Rosário pela escolha do superintende.

Também estiveram presentes à cerimônia o reitor do Ifro, Uberlando Tiburnio Leite; superintendente da Polícia Federal em Rondônia, Caio Rodrigo Pellim; procurador-chefe do Ministério Público Federal em Rondônia, Daniel Azevedo Lôbo; secretário-executivo da CGU, José Marcelo Castro de Carvalho.

por Secom
da Secom

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. AceitarVeja Mais