Publicidade

Governo do Estado investe na formação de instrutores para o Proerd em Rondônia

0
Real Turismo

Teve início na manhã desta quinta-feira (18), na Escola Murilo Braga em Porto Velho, o 1º Seminário de Práticas Pedagógicas Proerd, com o tema “Nossas Crianças Longe das Drogas”. O evento é uma realização da Polícia Militar do Estado de Rondônia e conta com o apoio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc).

O evento é direcionado para 50 instrutores do Proerd e busca nivelar as ações do Programa em todo Estado, colaborando para o desenvolvimento de ações preventivas de combate à violência e drogas nas escolas.

As ações do Proerd estão previstas no Plano Estadual de Educação (PEE) e, para tanto, foi celebrado o Termo de Cooperação Técnica entre a Seduc e a Secretaria de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec) com o objetivo de implantar e implementar o Proerd para os estudantes da rede pública estadual de ensino em Rondônia.

A secretária adjunta da Seduc, Conceição Alves, acredita que o Proerd é um grande meio de esclarecimento, especialmente no momento em que o jovem busca a socialização, a ser aceito na sociedade e precisa de apoio para não cair nas tentações do meio. “Com o apoio dos instrutores do Proerd, o adolescente fica preparado para aprender a dizer não às drogas” afirma Conceição.

O programa foi idealizado pelo departamento de Polícia de Los Angeles na década de 80, chegou ao Brasil em 1992, no Rio de Janeiro. Em 2000 foi realizado o primeiro curso em Rondônia para instrutores na cidade de Ji-Paraná, Porto Velho e Vilhena. Hoje, está estruturado em 18 municípios, contando com 28 instrutores ativos.

Está estruturado em uma Pirâmide: Polícia, Família e Escola, através dos instrutores, mentores e os pais, buscando como orientar e criar ambiente positivo, auxiliando, assim, no controle de impulsos e tomada de decisões conscientes, no melhor desenvolvimento de crianças e adolescentes, protegendo-os da violência. O programa conta com 273 mil alunos formados em 19 municípios do Estado.

O Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd) completa 18 anos de formação de instrutores e, neste ano, todos foram reunidos no I Seminário de práticas pedagógicas Proerd, com a finalidade de promover a troca de experiências, a multiplicação dos conhecimentos aperfeiçoando com novas práticas o saber dos educadores do Proerd em todo Estado.

Enquanto educadores sociais, a missão dos formadores é a de levar aos estudantes um novo modo de pensar sobre os problemas que se tornam banais aos olhares dos adolescentes.

Com currículo do Proerd definido é preciso aperfeiçoar constantemente na metodologia Socioemocional proporcionando um enriquecimento de conhecimentos que serão compartilhados, não ficando somente na mera reprodução de saberes.

O Seminário teve início na manhã desta quinta-feira (18) e prossegue até o a tarde desta sexta-feira (19).

EXEMPLO

Durante o evento, a secretária adjunta levou e apresentou aos instrutores do Proerd um dos exemplos que é fruto das sementes plantadas lá atrás. A ex-aluna da Escola Joaquim Vicente Rondon, em Porto Velho,e hoje formada em Farmácia e Tenente da Base Aérea, Rita Alves, que também é irmã da secretária Conceição Alves.

Rita é formada pela 1ª Turma do Proerd realizada na escola em 2001 e teve sua redação final lida como exemplo. E Conceição como professora acompanhou todo o processo, inclusive assistindo às aulas. Ao ser convidada para o Seminário chamou a irmã e apresentou aos instrutores o fruto do trabalho, que levou o certificado de participação e formação no Proerd e apresentou a todos.

Conceição ressaltou a importância da polícia dentro das escolas, que é uma motivação para as crianças, um exemplo a ser seguido. “A Rita é uma prova. Ela gostou tanto do Proerd que hoje veio ao evento, de farda, pois seguiu a carreira militar também” destacou a secretária adjunta.

por Secom
da Secom

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. AceitarVeja Mais