Compartilhe
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
21
jul
2021

Governo lança projeto voltado à preservação ambiental; monitoramento do rio Machado é realizado

O Governo de Rondônia, por meio da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Ambiental (Sedam), deu início ao Projeto Reviver Rio Machado que tem como objetivo principal realizar um diagnóstico ambiental da bacia hidrográfica do rio. Inicialmente, o projeto será desenvolvido na área que compreende o curso principal do rio e seus principais afluentes, entre os municípios de Pimenta Bueno, Cacoal, Presidente Médici e Ji-Paraná.

“A finalidade é fazer o levantamento da ictiofauna do rio Machado, o monitoramento dos parâmetros físico-químicos da água, o mapeamento dos indicadores socioeconômicos e ambientais das comunidades ribeirinhas, juntamente com ações de educação ambiental, e também proceder com ações voltadas à recuperação de Áreas de Preservação Permanentes (APP) que estejam degradadas”, destacou a gerente do escritório local da Sedam em Cacoal, Thalitta Silva Cota.

Equipes da Sedam vão fazer levantamento das espécies de peixes que habitam o MachadoNesta primeira etapa, equipes da Sedam vão percorrer aproximadamente 200 quilômetros de extensão do rio para fazer um levantamento das espécies de peixes que compõem a ictiofauna e também realizar a análise da água e a medição da vazão do Machado. Seis pontos fixos foram estabelecidos como pontos de coletas amostrais, onde os profissionais farão a captura e identificação dos peixes.

CAMPANHA DE COLETA

Ao longo de um ano, serão realizadas quatro campanhas de coleta, em cada um dos seis pontos estabelecidos. Em cada um deles, as equipes devem permanecer por 24 horas. “Esses dados são de extrema importância para conhecermos a fundo a realidade deste rio, monitorá-lo e avaliar qualquer alteração, buscando soluções para preservar a integridade, bem como das espécies que habitam o Machado”, destacou Thalitta.

No início de julho, uma equipe da Sedam saiu para as primeiras ações de monitoramento no percurso do rio Machado, entre Pimenta Bueno e Cacoal. Na oportunidade, as equipes capturaram peixes como Mandubé (Ageneiosus brevifilis), Curimba (Prochilodus lineatus) e Cachorra (Hydrolycus scomberoides). Na segunda-feira (19), novamente uma equipe saiu para mais uma missão do Projeto Reviver Rio Machado na região de Cacoal.

“Os exemplares capturados serão encaminhados ao laboratório onde serão identificados, medidos e pesados. Os peixes também serão conservados em solução de formaldeído para posteriormente possibilitar novas analises”, pontuou a gerente da Sedam em Cacoal.

Em relação ao monitoramento dos parâmetros físico-químicos da água, serão levados em conta a temperatura, transparência, potencial hidrogênico (PH), condutividade elétrica e oxigênio dissolvido. As análises laboratoriais incluem ainda o monitoramento de amônia, fósforo, ortfostafo, concentração de clorofila nas águas do rio Machado. Toda a análise está sendo feita por meio do Laboratório de Água da Sedam.

COMUNIDADES

Ao longo de todo o projeto, as equipes do Governo de Rondônia vão realizar o levantamento das comunidades ribeirinhas que residem no entorno da área de estudo, coletando dados socioeconômicos e ambientais desta população. O objetivo da Sedam é promover diversas ações voltadas à Educação Ambiental, quanto à pesca, desmatamento, poluição do rio e das matas e demais cuidados necessários para a preservação do meio ambiente.

Fonte: Rondônia Dinâmica

Notícias Relacionadas