Compartilhe
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
17
jan
2021

Hoje vereadores de Espigão do Oeste, votam o “marco do esgoto e água: Espigão só tem a ganhar com a terceirização

Na noite de hoje a Câmara Municipal de Vereadores irá votar o projeto de lei que autoriza a concessão e regulamenta a prestação do serviço público de abastecimento de água e esgotamento sanitário no Município de Espigão do Oeste.

Em 2017 morados do bairro Cidade Alta procuram o Ministério Público municipal e de posse de um abaixo assinado, (VEJA AQUI O ABAIXO ASSINADO) reivindicam o direito básico de ter o mínimo de dignidade através do abastecimento de água potável.

Uma realidade que parece distante, que parece acontecer apenas em regiões do Nordeste e de grandes centros, faz-se presente muito próximo, em Espigão do Oeste, centenas de famílias tem esse direito negado por falta de gestão da empresa pública que hoje ainda é responsável pela captação, tratamento e distribuição de água no município.

Com a aprovação do Novo Marco Regulatório do Saneamento Básico, essa triste realidade passa a ter seus dias contados, uma vez que se encontra em processo a concessão do serviço para uma empresa privada, conforme estabelecido por lei federal.

Hoje os vereadores de Espigão do Oeste, alguns em fim de mandato, terão a oportunidade de deixar seus nomes na história, como parte da mudança necessária para um município ainda mais forte e pujante.

Não há como se falar em trazer novas industrias para a cidade, quando não se possui o mínimo necessário, que é água em abundância, hoje o frigorífico Globoaves, consome diariamente praticamente a mesma quantidade de água que toda a cidade, e faz sua própria captação de água do Rio Palmeira, deixando evidente que não se tem enquanto município, uma estrutura básica para oferecer a possíveis investidores que venham para Espigão do Oeste.

O projeto apresentado prevê que a próxima empresa a gerir o sistema, deverá investir em infraestrutura, e outras alternativas de captação, como reservatórios para que em tempos de seca, não falte água para os lares e empresas de Espigão do Oeste.

Dos poucos legados que deixará a atual administração, esse com certeza será o maior e que perdurará por anos seus benefícios.

A CAERD é uma empresa falida, fadada ao fracasso, e já ficou mais que provado que aonde a mesma deixou de existir, o serviço só melhorou para a sociedade. A vizinha Pimenta Bueno é o exemplo claro de evolução no sistema de abastecimento de água.

CAERD FOI EXTINTA EM 2018, VEJA O DECRETO.

A manutenção da CAERD ou a criação de autarquia municipal, mas se parece com a necessidade de criar e manter cargos públicos com fins eleitorais, do que de fato uma preocupação com a sociedade espigãoense.

VEJA AQUI A ÍNTEGRA DO PLANO MUNICIPAL DE SANEAMENTO BÁSICO;

Notícias Relacionadas