Jaqueline Cassol é escolhida vice-presidente da Frente Parlamentar pela Promoção da Aviação da Amazônia

FEPPAAM foi apresentada nesta terça-feira e já adota providência para melhorias do setor

0
Real Turismo

Com o objetivo de integrar a população amazônica e fortalecer o transporte aéreo na região, foi apresentada, nesta terça-feira (11), na Câmara dos Deputados, em Brasília, a Frente Parlamentar Pela Promoção da Aviação na Amazônia (FEPPAAM). O setor aeronáutico de Rondônia terá como representante a deputada federal Jaqueline Cassol (PP).

A diretoria da FEPPAAM foi formada pelos deputados federais Vicentinho Júnior (PL-TO), presidente; Jaqueline Cassol (PP-RO), 1ª vice-presidente; Júnior Ferrari (PSD-PA), 2º vice-presidente; Alan Rick (DEM-AC), 3º vice-presidente; e Sidney Leite (PSD-AM) no cargo de secretário-geral.

Durante sua fala, Jaqueline Cassol lamentou que a emenda da MP863, que obrigaria empresas internacionais, em operação no setor aéreo brasileiro, a manter 5% de voos regionais, não tenha sido aprovada. “Ajudaria, e muito, na integração da Amazônia”.

A deputada também pontuou a necessidade de o Governo Federal ter um olhar mais sensível com a região e defendeu o aprimoramento de políticas públicas para a aviação regional. “Nós precisamos que as autoridades vejam a população da região norte como somos, com potencial fantástico, porém esquecidos”, enfatizou a parlamentar.

Empresários do setor de aviação na Amazônia, presentes no lançamento da FEPPAAM, ressaltaram que o setor precisa incentivo e apoio dos parlamentares para garantir políticas de acesso e investimentos para a região. Como primeira providência da FEPPAAM, será solicitada uma audiência com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes, para discutir a aviação na Amazônia. “Vamos levar as demandas do setor e da população da região ao Governo Federal. Assim, sensibilizaremos o Brasil, e principalmente os governantes, sobre a importância da região Amazônica”, finalizou a deputada.

Jaqueline Cassol é a única mulher a integrar a diretoria da Frente. A deputada foi escolhida por ter as demandas do setor aéreo como uma de suas bandeiras de trabalho. Ela defende a abertura do setor aéreo ao investimento estrangeiro, tarifas mais justas e acessíveis e o incentivo à aviação regional, uma forma de potencializar o desenvolvimento econômico e social das regiões amazônicas.

por Assessoria
da Assessoria

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. AceitarVeja Mais