Publicidade

Publicidade

Jirau e ICMBio assinam termo de compensação ambiental, em Brasília

Valor do termo totalizou quase R$ 53 milhões. Dinheiro será usado para regularização fundiária.

0
Real Turismo

A Energia Sustentável do Brasil (ESBR), que administra a Usina Hidrelétrica de Jirau, em Rondônia, e representantes do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) assinaram, na tarde desta quinta-feira (29) em Brasília, o termo de compromisso de compensação ambiental.

Ele é o que deixa claro como o empreendedor deve fazer o pagamento das compensações ambientais às áreas impactadas pelo empreendimento.

O valor do termo de compromisso totalizou quase R$ 53 milhões. Todo o dinheiro será utilizado na regularização fundiária da reserva biológica do Jaru e no Parque Mapinguari.

Com a assinatura, a ESBR vai implementar as ações relacionadas a compensação ambiental. Há dois anos, o Ministério Público Federal de Rondônia (MPF) recomendou a assinatura do termo.

A Rede Amazônica entrou em contato com a Usina de Jirau para comentar a assinatura do documento e aguarda retorno.

por G1/RO
da G1/RO

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. AceitarVeja Mais