fbpx
Informação a Serviço da População.

Jirau e ICMBio assinam termo de compensação ambiental, em Brasília

Valor do termo totalizou quase R$ 53 milhões. Dinheiro será usado para regularização fundiária.

Real Turismo

A Energia Sustentável do Brasil (ESBR), que administra a Usina Hidrelétrica de Jirau, em Rondônia, e representantes do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) assinaram, na tarde desta quinta-feira (29) em Brasília, o termo de compromisso de compensação ambiental.

Ele é o que deixa claro como o empreendedor deve fazer o pagamento das compensações ambientais às áreas impactadas pelo empreendimento.

O valor do termo de compromisso totalizou quase R$ 53 milhões. Todo o dinheiro será utilizado na regularização fundiária da reserva biológica do Jaru e no Parque Mapinguari.

Com a assinatura, a ESBR vai implementar as ações relacionadas a compensação ambiental. Há dois anos, o Ministério Público Federal de Rondônia (MPF) recomendou a assinatura do termo.

A Rede Amazônica entrou em contato com a Usina de Jirau para comentar a assinatura do documento e aguarda retorno.

Centranet
por G1/RO
da G1/RO
Veja mais
Comentários
Carregando...