Compartilhe
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
05
jul
2020

Jornalista sofre tentativa de homicídio na frente de casa em Cujubim, RO

O jornalista, Ivan Pereira Costa, de 52 anos, foi atingido por dois tiros na noite de segunda-feira (4), em frente à casa dele, localizada no Setor 2 , em Cujubim (RO), na região do Vale do Jamari. Os tiros acertaram o braço e a pélvis da vítima. Ele foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), e  encaminhado para o Hospital João Paulo II, em Porto Velho, onde passou por cirurgia e passa bem. O atentado pode ter relação com crimes denunciados no site de notícias da vítima. A Associação dos Jornais Eletrônicos de Rondônia (Arjore) divulgou nota de repúdio pelo acontecimento.

De acordo com o boletim de ocorrência, a vítima estava na frente de casa conversando com um vizinho, quando um homem em uma motocicleta se aproximou, sacou uma arma e atirou cinco vezes contra o jornalista. A vítima correu em direção a um terreno baldio, mas foi tingido por dois tiros. Aos policiais, o jornalista que é proprietário de um site de notícias no município, disse que já viu o atirador em meio a grupo ligados a invasões de terras na região.

Ao G1, a esposa da vítima, a também jornalista, Ediléia Santos Silva, contou que não viu o momento em que o marido foi atingido, apenas ouviu os tiros. “Eu estava dentro de casa quando ouvi os tiros. Quando saí para ver o que havia acontecido, o meu marido já estava baleado”, comenta. A vítima passou por cirurgia no Hospital João Paulo II, em Porto Velho, para a retirada da bala, que ficou alojada no braço e passa bem.

A esposa do jornalista informou ainda que acredita que a tentativa de homicídio pode ter relação com a divulgação de informações sobre atentados em fazendas da região, que são alvos de conflitos agrários. “Sempre noticiamos os fatos que acontecem nas áreas de conflitos agrários, com trabalhos de investigação e isso tem incomodado”, declarou.

O suspeito de atirar contra o jornalista fugiu e ainda não foi localizado pela polícia. O caso foi registrado na Delegacia de Polícia Civil de Ariquemes (RO), que deve investigar a tentativa de homicídio.

Nota de repúdio da Arjore
A Associação dos Jornais Eletrônicos de Rondônia (Arjore) divulgou na manhã desta terça-feira (5), uma nota de repúdio pelo atentado sofrido pelo jornalista Ivan Pereira Costa.  Na nota, o presidente da associação, Almi Coelho, classificou a tentativa de homicídio como “ato cruel e covarde”. Veja a nota na íntegra:

A Arjore (Associação dos Jornais Eletrônicos de Rondônia), através de seu presidente, Almi Coelho, repudia todo e qualquer ato de violência praticado contra jornalistas, este ato cruel e covarde é uma tentativa clara de calar a imprensa de Cujubim, que exerce uma função de extrema importância para a construção de uma comunidade justa, onde prevaleça a paz e a unidade de seus cidadãos.

Neste momento, nos reportamos às autoridades responsáveis, para que empenhem com todas as forças do estado para a elucidação deste crime, haja vista, que a cidade de Cujubim tem se destacado como uma das mais violentas do Brasil, amordaçar a imprensa é um claro sinal de vitória dos bandidos.

Notícias Relacionadas