Publicidade

Justiça de RO determina sequestro de R$ 30,7 milhões de contas do Estado e DER por não restaurarem rodovia

Decisão acontece após requeridas não cumprirem duas liminares para recuperarem RO-460, que dá acesso a Buritis. DER informou ao G1 que projeto para recapeamento está em licitação.

0
Real Turismo

A Justiça de Rondônia determinou o sequestro de R$ 30,7 milhões das contas do Estado e do Departamento Estadual de Estadas de Rodagem, Infraestrutura e Serviços Públicos (DER-RO) por descumprirem duas decisões liminares para efetuarem a restauração da pista e sinalização da RO-460. A via dá acesso à cidade de Buritis (RO), no Vale do Jamari.

De acordo com a decisão do juiz Hedy Carlos Soares, da Comarca de Buritis, o Estado e o DER-RO não cumpriram com a tutela de urgência concedida pelo juízo, vindo a causar o iminente risco à vida e integridade física aos usuários da rodovia. O sequestro financeiro deverá ser procedido via BACEN JUD.

Na sentença, as requeridas ainda foram condenadas a realizarem, em um prazo de 15 dias, a cobertura dos buracos e crateras existentes na rodovia, com o objetivo de reduzir o risco de acidentes fatais e danos materiais, enquanto não seja feito o total recapeamento da estrada.

Além de terem que apresentar um cronograma de atividades a serem desenvolvidas no local, com o prazo de 30 dias, para o início das obras de recuperação da pavimentação e a implantação de toda a sinalização adequada. Durante o período de obras, a estrada deverá ser sinalizada, para garantir a segurança dos condutores.

Consta na decisão, que o Estado chegou a arguir preliminar de ilegitimidade passiva por não ter responsabilidade sobre os danos encontrados na rodovia. Porém, o magistrado não acatou a preliminar sob o fundamento da omissão do DER-RO, o que gera responsabilidade ao ente federativo.

O que disse o Estado e o DER-RO?

G1 questionou a secretaria de comunicação do Estado e a assessoria do DER-RO se ambas recorrerão ou acatarão a sentença e quais os procedimentos a serem tomados, mas nenhuma das duas enviou resposta.

A direção da 15ª Residência Regional do DER de Buritis informou que as equipes de trabalho do departamento devem iniciar ainda nesta terça-feira (26), as obras emergenciais de tapa-buracos na rodovia e que o projeto de recapeamento da estrada está em fase de licitação.

Outras liminares

O imbróglio judicial iniciou em 2018, após o Ministério Público de Rondônia (MP-RO) ingressar com uma ação civil pública de obrigação de fazer, em razão das condições precárias durante diligências na principal rodovia de acesso ao município.

A primeira liminar determinando a restauração da rodovia foi concedida pela Justiça em fevereiro de 2018. A Promotoria de Buritis constatou a existência de diversos buracos na pista, ausência de faixas sinalizadoras e vegetação no acostamento que tapam as placas. A Promotoria ainda destacou que o problema acontecia todos os anos, sobretudo na temporada de chuvas.

Em resposta, o DER-RO informou na época que RO-460 seria totalmente recapeada e que o processo licitatório para a restauração da rodovia já foi encaminhado à coordenadoria de obras.

Entretanto, em fevereiro de 2019, os problemas persistiram e a rodovia ainda não havia sido recapeada, fazendo com que a Justiça concedesse uma nova decisão liminar para a restauração da via.

Segundo o MP, apenas um pequeno trecho da rodovia recebeu os serviços de cobertura emergencial dos buracos por parte do DER-RO e o restante permaneceu sem qualquer obra de recuperação, mesmo após o deferimento da liminar anterior.

O juiz ainda agravou que o DER-RO não realizou nenhuma operação para minimizar o estado precário da via, sendo que o serviço de utilização de terra para encobrir os buracos se mostra totalmente ineficaz.

por G1/RO
da G1/RO

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. AceitarVeja Mais