Publicidade

Publicidade

Léo Moraes vai à luta contra ANEEL para impedir taxação da luz do sol no Brasil

0
Real Turismo

O deputado federal Léo Moraes (PODE) se posicionou de forma incisiva nesta última semana sob a possibilidade da taxação do imposto na produção de energia elétrica no Brasil durante sua fala em sessão plenária na Câmara Federal.

A taxação de até 60% na produção de energia elétrica foi levantada pela ANEEL e de acordo com o deputado Léo Moraes, ao contrário de outros países, agora se vê um interesse em acabar com a produção de energia renovável no país.

“Energia renovável e limpa e que explora o potencial solar do nosso país pode morrer pelo comportamento autoritário e arbitrário da ANEEL que não justificou o motivo de abrir esse debate em tempo recorde. Se não bastasse o assalto legalizado contra a população em vários estados brasileiros na questão do fornecimento de energia elétrica, agora querem taxar em até 60% a energia solar”, afirmou o deputado Léo Moraes.

Ação

Léo Moraes irá levar o caso para a comissão de Minas e Energia na Câmara Federal ao qual é membro, além de buscar apoio para a derrubada dessa taxação dentro da subcomissão que fiscaliza as agências reguladoras no Brasil, onde é presidente.

“Já convocamos a ANEEL dentro da subcomissão que fiscaliza as agencias reguladoras para que eles justificarem o motivo disso, porque me parece que o interesse é para atender as termoelétricas que são fontes de combustíveis primários, fósseis, poluentes e que na maior parte das vezes ficam com a maior parte dos tributos”, disse Léo Moraes.

Alerta

Para Léo Moraes o debate do tema vem sendo realizado de forma traiçoeira e açodada pela ANEEL, já que é necessário no mínimo 90 dias para que seja debatida uma proposta. “Fica o nosso alerta e a observação que iremos cobrar um chamamento público para que esse tema tão relevante seja levado ao conhecimento da nossa população, fica o alerta à população brasileira”, finalizou Léo Moraes.

A subcomissão que fiscaliza as agências reguladoras ainda irá apresentar a data para que representantes da ANEEL esclareçam oficialmente os motivos para essa tentativa de enterrar a produção de energia solar no Brasil.

Fonte: Via Rondônia

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. AceitarVeja Mais