Publicidade

Mais de 50 casos de violência doméstica é registrado em Rondônia

Dos casos, a Polícia Militar (PM) de Porto Velho marcou 16 crimes entre o sábado e o domingo.

0
Real Turismo

Durante o último fim de semana, a Delegacia de Flagrantes da Polícia Civil de Rondônia teve 52 registros de crimes de violência doméstica em todo o Estado. Dos casos, a Polícia Militar (PM) de Porto Velho marcou 16 crimes entre o sábado e o domingo.

Um dos casos aconteceu no sábado (7), onde uma mulher, de 53 anos, foi esfaqueada e teve a casa incendiada pelo ex-marido. O fato aconteceu no bairro Novo Horizonte, zona Sul de Porto Velho.

De acordo com a vítima, o ex marido invadiu a residência e começou uma discussão. Após a briga, o suspeito agrediu a mulher com um golpe de facão no ombro esquerdo, e a ameaçou dizendo “vou tocar fogo na tua casa, contigo dentro para você queimar com ela”. Logo após o supeito fugiu do local. Ele foi localizado recebeu voz de prisão e foi conduzido para a Central de Flagrantes.

Caso semelhante aconteceu no bairro Nossa Senhora das Graças, no Centro da capital. A PM foi acionada após um casal brigar em casa. No local, os políciais encontraram o homem ainda agredindo a esposa.

A mulher apresentava várias lesões no rosto e havia sido esfaqueada nas costas. A vítima foi levada as presas para o Hospital e Pronto Socorro João Paulo II e o suspeito foi preso e encaminhado para a Central de Polícia.

Ranking

De acordo com o Atlas de Violência Contra a Mulher, divulgado em 2018, pelo Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM), Rondônia aponta a taxa de homicídio de 6,2 a cada 100 mil habitantes. O estado ficou na quinta colocação, perdendo para Roraima, Pará, Goiás e Mato Grosso.

Medidas Protetivas

Rondônia carrega os dados onde a cada mil mulheres, 2,1% receberam medidas protetivas em 2017 pelo Tribunal de Justiça do Estado (TJ/RO). Os dados foram divulgados pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Foram 2.155 medidas cedidas em 2017, apenas 148 a menos em relação ao ano de 2016 no Estado.

Combate

No comparativo dos anos de 2015 e 2016, o Atlas de Violência Contra a Mulher 2018, mostrou uma redução de 14,0% dos casos de violência contra as mulheres. Isto se dá ao trabalho de combate executado pelo Tribunal de Justiça do Estrado (TJ/RO).

Rondônia ultrapassou 100% da meta 8 estipulada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que trata do fortalecimento da rede de enfrentamento à violência doméstica e familiar contra a mulher.

por diariodaamazonia
da diariodaamazonia

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. AceitarVeja Mais