Publicidade

Publicidade

Publicidade

Membro do Ministério de Rondônia é indicado para compor Grupo de Trabalho da Ouvidoria Nacional para analisar Lei Anticrime

0
Real Turismo

A pedido do Ouvidoria Nacional do Ministério Público, o Conselho Nacional de Ouvidores do Ministério Público (CNOMP) indicou o Ouvidor-Geral do Ministério Público do Estado de Rondônia e também presidente da entidade, Promotor de Justiça Héverton Alves de Aguiar, para ser um dos integrantes de um Grupo de Trabalho cujo objetivo é promover discussões e estudos sobre a proposta do anteprojeto de Lei “Anticrime”, que hoje tramita na Câmara Legislativa Federal (PL882/2019), bem como elaborar uma Nota Técnica que será encaminhada ao relator da PL na Câmara Legislativa, a qual servirá de vetor, se necessário, para futuras normatizações do tema no âmbito das Ouvidorias do Ministério Público brasileiro e Ouvidoria Nacional.

O Projeto de Lei “Anticrime” apresentado pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, propões alterações na legislação penal, tais como introdução da figura do “informante do bem” na Lei 13.608/18, item XIX do projeto, com expressa menção às ouvidorias e seus procedimentos e fluxos de trabalho.

Considerando essa alteração da Lei 13.608/18, cujo intuito é alargar o rol de entes sujeitos às proposições da mencionada norma e implementar Ouvidorias ou unidades de correição pelos entes para recebimento de informações relativas a crimes contra a administração público, ilícitos administrativos ou a ações ou omissões lesivas ao interesse pública, a Ouvidoria Nacional do MP decidiu criar o grupo de trabalho, sob a coordenação da Membro Colaboradora Rose Meire Cyrillo e três conselheiros indicados pelo CNOMP. Também vão integrar o Grupo de Trabalho pelo CNOMP os Ouvidores-Gerais do MP do Maranhão, Rita de Cássia Maia Baptista, e do Acre, Jayme Ferreira.

por Assessoria
da Assessoria

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. AceitarVeja Mais