Publicidade

Publicidade

Menina espancada até a morte tinha muitas fraturas no corpo, diz médico do Samu em RO

Criança de dois anos foi agredida em casa de Ariquemes. Pai e madrasta foram presos pelo crime.

0
Real Turismo

A menina de 2 anos que foi espancada até a morte, neste sábado (21), tinha muitas fraturas graves pelo corpo, segundo informou o médico Mauro Lopes, do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Ariquemes (RO). O pai e a madrasta são os principais suspeitos do crime; os dois estão presos.

Em entrevista ao G1, o socorrista do Samu contou que a equipe foi acionada até a casa depois de ser informada sobre uma agressão contra criança.

Quando chegou no local, Mauro conta que encontrou a menina caída, na saída da cozinha para a varanda, e com várias fraturas no corpo.

“Ela estava politraumatizada [com traumatismos múltiplos]. Havia fraturas no crânio, tórax, quadril e abdômen. Tentamos fazer manobras de ressuscitação, mas infelizmente eram muitas pancadas graves, evoluindo para óbito”, relata o médico.

Depois do crime, o pai e a mulher fugiram levando um bebê que é filho do casal. A dupla foi localizada e presa perto de uma prainha do Rio Jamari. Eles estão na Unisp de Ariquemes e ainda não contaram sobre a motivação do assassinato.

Horas após a morte, os policiais conseguiram confirmar a identidade da criança: Lauanny Hester Rodrigues, de 2 anos.

A criança estava na casa com o pai e a madrasta quando começo a ser espancada. Ainda não se sabe o que a dupla usou para ferir a menor.

por G1/RO
da G1/RO

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. AceitarVeja Mais