Compartilhe
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
20
nov
2020

Mortes em casa aumentam 25% durante a pandemia em Rondônia

Dados são do site registrocivil.org, que contabilizam os óbitos no dia do registro.
Roney Ribeiro

Rondônia: Levantamento feito pelo Portal Espigão no site de Registro Civil, aponta que no período de 16 de março até hoje 12 de agosto de 2020, quando comparado com o mesmo intervalo de tempo do ano passado, se tem um salto de 25% das mortes em casa no estado de Rondônia.

A faixa etária mais atingida entre os homens foi entre 60 e 69 anos, sendo que foram contabilizadas 98 mortes, já entre as mulheres a faixa de idade mais atingida foi de 80 a 89 anos, registrados 60 óbitos.

Ao todo em 2019 neste período foram registrados 535 óbitos, e em 2020 já são 669. Devido ao COVID-19 as pessoas deixaram de procurar assistência médica para questões aparentemente menos complexas, contudo os números mostram que este pode ser um problema a ser resolvido a longo prazo pela sociedade rondoniense bem como em todo o Brasil.

Gráfico mostra mortes em casa em via pública.

Causas cardiovasculares teve um salto de 71 óbitos em 2019 para 107 em 2020, mais pessoas morreram em casa ou nas vias públicas.

Referente ao registro de óbitos com suspeita ou confirmação de COVID-19, o gráfico aponta que o pico foi no dia 07/07 com 21 mortes, e que a curva atualmente encontra-se em queda, tendo sido registrado 01 óbito ontem (12), sendo que a média móvel atual são 04 óbitos em Rondônia.

Notícias Relacionadas