Compartilhe
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
03
maio
2022

Motoristas devem estar atentos aos cuidados necessários para as viagens durante as férias de fim de ano

Motoristas devem estar atentos à revisão do veículo e ter cuidado, em especial no período chuvoso, ao dirigir nas estradas do Estado

Com a chegada das festas de fim de ano, a atenção deve ser redobrada por parte de motoristas. Nesta época do ano, é preciso ter planejamento e cautela, para que sejam evitados transtornos, entre eles: falha mecânica nos veículos e acidentes. Além das rodovias federais, as rodoviais estaduais são muito utilizadas nesta época do ano. No que tange à sinalização e melhoria das rodovias estaduais, o Governo do Estado por meio do Departamento Estadual de Estradas de Rodagem e Transportes (DER), tem feito intensos trabalhos para garantir melhor trafegabilidade.

Além de rodovias recuperadas e sinalizadas há fatores ainda mais importante para garantir uma viagem segura: a prudência e o respeito ao trânsito. Uma viagem tranquila exige que sejam tomados diversos cuidados, em especial neste período de inverno amazônico, que teve início no mês de outubro, onde as chuvas são constantes na região Norte. A condução de veículos fica prejudicada nas estradas e o risco de acidentes se torna maior.

Para Lairton Lopes de Oliveira, que atua há 25 anos como motorista e trabalha também na Escola de Trânsito do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), durante diversas viagens feitas pelas estradas de Rondônia, já presenciou vários acidentes de trânsito. “O congestionamento causado por esses acidentes, tornam a viagem mais demorada e cansativa. Por isso, a atenção do motorista ao trânsito é indispensável “, ressalta.

Na BR 364, que interliga a maioria dos municípios do Estado de Rondônia, os cuidados precisam ser ainda maiores, principalmente se a pista estiver molhada, o que é comum, já que nesses últimos meses do ano, a região enfrenta o inverno amazônico. Para ressaltar os cuidados que são necessários na estrada, o assessor de imprensa da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Andrei Milton, lista os itens que merecem maior atenção.  “Ao planejar uma viagem, o motorista precisa estar ciente que podem ocorrer imprevistos. A revisão do veículo é muito importante, pois com o período chuvoso, além da baixa visibilidade, o risco de aquaplanagem na pista é grande. Por isso, é necessário que seja feita a manutenção. Pneus, limpadores de para-brisa e iluminação, devem estar em boas condições. Além disso, os motoristas devem estar atentos aos limites de velocidade, para que a viagem seja feita tranquilamente”, ressalta Andrei Milton.

ACIDENTES

Os acidentes que acontecem nas estradas de todo o país, têm como uma das principais causas, a falha humana. O assessor de imprensa da PRF explica que por vezes, o motorista utiliza faixa proibida para fazer ultrapassagem ou em algumas situações, o excesso de velocidade. “Existe também o excesso de confiança por parte do motorista, devido a qualidade do veículo, que causa a sensação de conforto, aumenta a velocidade e por fim, acaba causando acidentes de maior gravidade”, declara Andrei Milton.

DICAS DE SEGURANÇA

Andrei Milton ressalta que antes de pegar a estrada, o motorista deve estar atento às condições do veículo e até à sua saúde, não somente durante o período de fim de ano, mas em qualquer viagem que for feita, para que algo indesejado não aconteça.

O motorista deve:

– Respeitar limites de velocidade;

– Diminuir a velocidade em ocasiões de chuva;

– Usar cinto de segurança;

– Crianças menores de dez anos devem utilizar bebê conforto, cadeirinha ou assento de elevação;

– Uso de faróis em pistas simples;

– Fazer ultrapassagem em trechos onde a sinalização permite.

FISCALIZAÇÕES

Durante o período de férias, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) implementa a operação “Rodovida”, que tem início na metade do mês de dezembro e finaliza no mês de março, com fiscalizações mais efetivas para coibir possíveis acidentes de trânsito e também, crimes que acontecem em rodovias federais.

PRUDÊNCIA

A mistura de bebida e direção é proibida por lei, colocando em risco a vida de muitas pessoas, pois além de resultar em crime, pode resultar em acidentes com vítimas. Andrei Milton pontua que o motorista, ao consumir bebida alcoólica, deve utilizar transportes de mobilidade urbana, como táxi, moto-táxi, aplicativos.

 

Fonte
Texto: Richard Neves
Fotos: Daiane Mendonça
Secom – Governo de Rondônia

Notícias Relacionadas