Compartilhe
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
08
ago
2020

“O Congresso não pode partir da proposta do governo”, diz líder do Podemos, sobre reforma tributária

O líder do Podemos, Léo Moraes, afirmou a O Antagonista que o Congresso não deve esperar as quatro partes da proposta de reforma tributária do governo serem apresentadas para avançar na discussão do tema.

Como mostramos, a equipe econômica entregou na terça-feira (21) a primeira parte da proposta. Nela, o governo tenta unificar o PIS e o Cofins em um único imposto, a Contribuição sobre Bens e Serviços (CBS), com alíquota de 12%.

“O Congresso não pode partir da proposta do governo. Ela é pequena, frágil, prejudica o setor de serviços. Nós temos que começar com a comissão mista, para fazer uma análise maior sobre toda a proposta e, depois, passar para os pontos específicos.”

Segundo o deputado, é preciso acelerar com as discussões da reforma tributária durante a pandemia.

“Nós não vamos aguardar as quatro partes da proposta do governo chegarem. A vontade é avançar, evoluir com o debate. À medida que os interesses do governo são colocados, nós vamos assimilando. Não dá para esperar o governo enviar todas as partes chegarem para a gente começar a discussão.”

Fonte: O Antagonista

Notícias Relacionadas