Publicidade

Publicidade

Publicidade

OAB apura conduta de advogados presos por entregarem carta de facção a detento do 470, em RO

Conduta de profissionais será apurada por Tribunal de Ética. OAB não descarta suspensão preventiva de advogados.

0
Real Turismo

A Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Rondônia (OAB/RO) determinou nesta terça-feira (4) a instauração de um processo disciplinar para apurar a conduta dos dois advogados presos por entregarem carta com informações de uma facção criminosa a um detento. A prisão ocorreu na Penitenciária Estadual Milton Soares de Carvalho, o 470, em Porto Velho.

Segundo a OAB, a investigação da conduta profissional dos advogados foi determinada pelo presidente da Ordem, Elton Assis. Todo trabalho de apuração será conduzido em sigilo pelo Tribunal de Ética e Disciplina (TED) .

A OAB-RO anunciou ainda que trabalha para garantir, neste primeiro momento, “as prerrogativas dos advogados de ficarem presos em sala de estado maior”. Como em Rondônia não existe esse espaço, a entidade pediu na Justiça que os acusados respondam o processo em prisão domiciliar.

Sendo comprovadas as infrações por parte dos advogados, Elton Assis afirma em nota que serão impostas as devidas sansões, inclusive a suspensão preventiva dos advogados da OAB.

Prisão

Os dois advogados presos têm 24 e 29 anos. A prisão ocorreu na última sexta-feira, 31 de maio.

Segundo o boletim de ocorrência, os dois advogados repassaram o conteúdo ao apenado no parlatório, uma sala da unidade prisional destinada ao atendimento de advogados e clientes. A entrega da carta foi registrada por câmeras do Presídio 470.

A confirmação ocorreu após um dos servidores da unidade prisional realizar procedimentos de revista no preso, sendo localizadas duas folhas com conteúdo digitado, além de fotografias de cartas e duas folhas, aparentemente, escaneadas.

O conteúdo de uma das folhas fazia menção sobre a entrada de “pentes” (serras) e “rádios” (celular) a apenados do presídio 470, a mando de um membro de uma facção criminosa de Porto Velho.

por G1/RO
da G1/RO

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. AceitarVeja Mais