Compartilhe
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
24
set
2020

Operação da PF mira exploração ilegal de diamantes em terra indígena em Espigão do Oeste, RO

A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira (24) uma operação contra exploração ilegal de diamantes na Terra Indígena Cinta Larga em Rondônia. No total são cumpridos 53 mandados de busca e apreensão em Espigão D’Oeste (RO) e São Paulo.

As pedras preciosas, segundo a PF, também são retiradas da reserva Roosevelt, em Espigão e passam por avaliação de intermediário até serem vendidas em joalherias — principalmente em São Paulo e no exterior, em países como França Itália e Suíça .

O esquema, segundo a investigação que começou em 2018, movimenta cerca de US$ 20 milhões por mês.

Os diamantes da reserva estão entre os considerados como mais valiosos do mundo. Entre os alvos da operação estão lideranças indígenas, intermediários e empresários. A expectativa é que sejam presos também garimpeiros em flagrante.

De acordo com a investigação da PF, esses líderes autorizavam a entrada de garimpeiros na reserva. Depois, um intermediador fazia a ponte com um comprador.

Fonte: G1

Notícias Relacionadas