Publicidade

OS CUBANOS, ELES SIM, SABEM COMO USAR BEM O NOSSO DINHEIRO!

Real Turismo

Opnião de Primeira por Sérgio Pires: Péssimas estradas, portos deficientes e atrasados;  caminhões carregados de soja  que vão balançando entre a buraqueira de nossas rodovias e derramando parte da carga pelo caminho: esse é o resumo. Quando chega nos portos, que receberam  menos de 16 milhões de dólares em 2013 ( apenas 7% dos 218 milhões de dólares previstos que seriam aplicados na nossa estrutura portuária), lá se vai mais uma parte da carga. Parece inacreditável, mas da safra recorde de 55 milhões de toneladas que nosso país vai produzir, este ano, nada menos do que 22%, ou mais de 12 milhões de toneladas, serão perdidas, jogadas no lixo, pela péssima estrutura que temos em nosso país. Pior de tudo a gente saber que nosso governo, que não investe nos portos e, quando o faz, é para gastar menos da décima parte do que deveria, torrou 682 milhões de dólares para presentear o governo de Cuba, na modernização do porto de Mariel. Como manter a ascensão econômica e os índices de crescimento impressionantes do agronegócio, tratando-o com amadorismo e irresponsabilidade?

Sobre as rodovias, se todas as promessas já feitas fossem cumpridas, teríamos a mais completa e moderna malha rodoviária do mundo. Mas vivemos em tempos de papo furado, conversa pra boi dormir e engana-otário. O que temos? É o que todo o brasileiro vê diariamente: estradas horrorosas, esburacadas, causando tragédias, e, ainda pior, no geral com obras superfaturadas. Que nunca terminam. Se alguém pensa que a BR 364 é a pior estrada federal do Brasil, é porque não anda em rodovias são  piores, mais perigosas, mais violentas. Brinca-se com dinheiro público, no Brasil. Não em Cuba, porque lá eles usaram muito bem o nosso dinheirinho. Que vai resolver os problemas deles. Os nossos, que esperem. Lamentável!

CABEÇA DE BURRO?

Sapo enterrado? Cabeça de burro? Ou incompetência mesmo, falando do mundo real? A verdade é que as obras da avenida José Vieira Cahúla, entre a Rio Madeira com Mamoré, estão mais uma vez paradas. Já foram investidos alguns milhões de reais no governo de Roberto Sobrinho e agora, na administração de Mauro Nazif e… nada. As obras até reiniciaram, determinadas por Nazif, mas elas simplesmente foram abandonadas há cerca de seis meses. Nada melhorou. Só parece coisa sobrenatural, porque a verdade, todos sabem…

DIAMANTES PARA O BEM

Os índios Cinta Larga, donos da reserva Roosevelt, onde existe uma das maiores minas de diamantes do mundo, receberão um bom dinheiro, graças à decisão do Tribunal Regional Federal. O TRF decidiu que 32 pedras de diamantes, apreendidas pela Polícia Federal em 2004, deverão ser leiloadas e todo o valor arrecado, depositado numa conta para beneficiar a etnia. A sentença demorou dez anos para sair, mas os Cinta Larga comemoram os recursos, que deverão ser aplicados na saúde, educação e alimentos deles.

DIAMANTES PARA O MAL

Por coincidência, em 7 de abril se lembrará, também, uma década do massacre dos 27 garimpeiros na Roosevelt, sem que sequer um dos envolvidos no assassinato brutal de mais de duas dezenas e meia de seres humanos tenham sido indiciados. O processo adormece há anos no Ministério Público Federal. A única decisão judicial que saiu até hoje foi de um juiz que considerou que a culpa da chacina é dos mortos, porque invadiram área indígena sem autorização. As famílias dos 27 chacinados continuam esperando a verdadeira Justiça, que, ao que parece, nunca vai acontecer.

NÃO FAZ MILAGRE

As redes sociais estão crescendo, mas não fazem milagre. Mesmo chamada pela internet, principalmente no facebook, a população não deu bola para a convocação de protesto em frente à Prefeitura, esta semana. Houve pouco mais de duas dezenas de participantes. Não é fácil. Sem liderança, apenas tendo como principal mote ataques e ofensas ao Prefeito, uma mobilização desse tipo tende, é claro, a fracassar. Mesmo assim, uma comissão foi recebida por Nazif. Coisas da democracia!

SINA DOS BÊBADOS

Continua a sina dos bêbados pegos dirigindo. Nos finais de semana, principalmente, entre 15 e 20 motoristas são flagrados em blitz. Há multas, o endurecimento, o constrangimento dos bebuns indo para as delegacias. Mas só. Não há punições que eliminem do trânsito este tipo de gente e muito menos que a faça pagar por prejuízos, danos, feridos e mortes. As leis nunca são feitas para resolver definitivamente um problema. Elas o são para passar o pano, dando uma ideia de limpeza, enquanto a sujeira se acumula por baixo. É assim.

NO PRAZO

Ao contrário da maioria das obras na Capital, a da restauração do antigo prédio da Câmara Municipal, ao lado da Prefeitura, começou dentro do prazo determinado. A equipe que está trabalhando, garante que entrega tudo no tempo previsto. A recuperação total do prédio histórico custará mais de 1 milhão e 200 mil e os recursos já foram disponibilizados, segundo o presidente Alan Queiroz. Tudo deve estar pronto em oito meses. Só de lixo, nos primeiros dias de trabalho, já foram retirados nada menos que 20 caçambas de entulhos.

PERGUNTINHA

Após investir mais de 680 milhões de dólares num porto de Cuba e apenas 15 milhões de em todos os nossos portos, que outras doações o governo do Brasil fará à ditadura dos pobres irmãos Castro?

Comentários estão fechados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. AceitarVeja Mais