Publicidade

Publicidade

OS LABIRINTOS BUROCRÁTICOS AJUDAM A CORRUPÇÃO E A VELHACARIA

Real Turismo

Quando começaram uma das mais importantes obras públicas no rio Madeira, não havia ainda estudo sobre as condições do solo e do fundo do rio. Sabiam os especialistas que, se fossem cumprir todo o ritual burocrático, a obra atrasaria longo tempo. Então, ela foi começada e só depois teve o estudo necessário. O custo, é claro, acabou sendo adicionado ao tradicional realinhamento, o famoso aditivo, comum em 100% das obras no Brasil. Essa história é apenas uma, entre milhares. Nossos governantes e legisladores, mancomunados com os infernais burocratas, causam um enorme prejuízo ao país, porque preferem que a população pague muito mais por um serviço do que pagaria, não fosse o labirinto imposto para quem quer trabalhar corretamente. Ora, sem estas dificuldades todas, incluindo os riscos de denúncias do Ministério Público e apoio do Judiciário,caso cada passo burocrático não seja religiosamente cumprido, como mudar os contratos e aumentar os preços? Todos cumprem o seu papel. Os empresários ganham um pouco mais, sobra algum para os tradicionais desvios e para muitos bolsos e , no final, a população não tem o que reclamar, até porque a obra, mesmo bem mais cara do que deveria, ao menos estará pronta. Um dia, quem sabe, mas estará pronta!

Os burocratas dominam o Brasil. Fazem as coisas do seu jeito. Muitas vezes até bem intencionados. Acham que, impondo todas as dificuldades possíveis, além do regozijo profissional, porque ser um burocrata é questão de honra, vão diminuir os riscos de corrupção ou desvios. Claro que a realidade comprovou que isso é uma bobagem. A burocracia ajuda – e muito – a corrupção e a velhacaria. Quem sofre com tudo isso é o povo, campeão mundial em pagar impostos, e que tem cada vez serviços piores e mais caros. Pobres de nós, brasileiros!

SUCESSÃO DE PORCARIAS

Todas as semanas, o telespectador é agredido com a propaganda eleitoral gratuita, uma sucessão de porcarias, mesmices e caricaturas. Nesta semana, foi um tal de PPL, outro nanico que nada tem a dizer, mas que o eleitor é obrigado a engolir, por causa dessa legislação esdrúxula, feita para enganar otários. É uma coisa lamentável, sem lógica. E, até a eleição de 2014, pelo menos mais dez anomalias dessas serão autorizadas pela Justiça Eleitoral para tomar nosso tempo….

TERRA DOS GOVERNADORES 

Confúcio está de olho em Rolim de Moura. A cidade que já deu três governadores e três senadores, está tendo, pelo governador que saiu de Ariquemes, uma atenção muito especial. Várias obras estão programadas e outras tantas já entregues. Nessa semana, Confúcio entregou mais de 22 quilômetros de asfalto e anunciou mais de 400 casas. Está fazendo por Rolim tanto ou mais do que os governadores que a cidade deu a Rondônia. É o que se ouve lá pelas terras do prefeito César Cassol.

MENOS GRANA

O governo mandou o secretariado apertar os cintos de todas as formas possíveis. Pode fechar o ano com um déficit próximo dos 300 milhões de reais, por causa da queda do FPE, entre outros motivos. Muitos CDS vão ter seus salários diminuídos, já a partir deste mês. Já na Assembleia, o presidente Hermínio Coelho assinou a demissão de mais 400 cargos comissionados esta semana. Já foram 700 os demitidos desde o início do ano. A coisa anda preta. Tem notícia pior? Tem sim. Vai ficar mais preta ainda…

 VISITANTES 

A ministra Ideli Salvatti, das Relações Institucionais andou por Rondônia e teve importante encontro com Prefeitos e até reunião a portas fechadas na Caixa Federal. Já Marcelo Crivela, que disse que não entendia quase nada de pesca, viria falar sobre seu trabalho e seu ministério, mas não apareceu no encontro. É que Rondônia está se destacando muito na questão da produção de peixe, principalmente o tambaqui. Um apoio do Ministério de Crivela, possa dar algum apoio,  para que continuemos crescendo nesse setor. Esperemos que ele venha em outras oportunidades.

FICAM ATRÁS DAS GRADES

Chegam a ser surpreendentes as seguidas decisões tanto do Tribunal de Justiça de Rondônia quanto do STJ e do STF em não acatar pedidos de habeas corpus dos políticos presos na Operação Apocalipse. Tanto quanto em relação aos denunciados como chefes da organização criminosa e seus mais próximos, os desembargadores e ministros têm decidido pela manutenção da prisão de vários envolvidos do núcleo político. É uma posição diferente do normal, quando o relaxamento de prisões é a regra. Talvez pela complexidade do caso, os magistrados estejam agindo como, aliás, deveriam agir sempre.

SUICIDAS  NAS RUAS

O que passa pela cabeça de alguns motociclistas, que andam pelas ruas como se saíssem às ruas num ritual de suicídio? Entre os inúmeros casos dos últimos dias, na Capital, dois chamaram mais a atenção, pela forma irresponsável com que os envolvidos se arrebentaram. Um deles morreu no Dia dos Pais. Com sua potente moto de 400 cilindradas, se jogou contra um caminhão parado. Morreu na hora. Dias depois, outro motoqueiro andava a mais de 100 por hora e bateu violentamente num ônibus. Se sobreviver, terá sequelas para a vida toda. O que está acontecendo com essa gente?

PERGUNTINHA 

O confronto entre os ministros Joaquim Barbosa e Ricardo Lewandovski vai ficar só no bate boca ou há risco de problemas mais sérios dentro do STF?

OPINIÃO DE PRIMEIRA

Comentários estão fechados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. AceitarVeja Mais