Publicidade

Publicidade

PF descobre quadrilha usando dados de juiz para fazer cartões de crédito em Porto Velho

Para receber cartões em casa, suspeitos assinavam nome de uma pessoa falecida. Ação é feita em Porto Velho nesta sexta-feira (7).

0
Real Turismo

A Polícia Federal (PF) cumpriu quatro mandados de busca e apreensão, nesta sexta-feira (7), contra suspeitos de fraudar a Caixa Econômica Federal, em Porto Velho. Segundo a PF, o grupo criminoso vinha usando dados de um juiz para fazer cartões de créditos no banco. Para não serem descobertos, os investigados usavam o nome de uma pessoa morta para assinar a entrega dos Correios.

As investigações da PF começaram há várias semanas, quando foi descoberto um grupo criminoso fazendo o uso de dados pessoais do magistrado, sem sua devida autorização, para a emissão de cartões de créditos. Esses cartões eram utilizados em compras nas lojas de Porto Velho.

Depois de preencherem a proposta, os cartões bancários eram enviados pelos Correios até uma casa na capital. Para receber a encomenda, o grupo usava o nome de uma pessoa já falecida.

A PF afirma que fez a apreensão de diversos itens de interesse para as investigações, nesta sexta-feira. Alguns dos envolvidos no esquema, conforme a PF, têm longo histórico criminal.

Os suspeitos da fraude vão ser ouvidos na sede da PF e devem responder pelos crimes de estelionato, falsidade ideológica e associação criminosa, com penas que variam de três a 13 anos de reclusão.

por G1/RO
da G1/RO

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. AceitarVeja Mais