fbpx
Informação a Serviço da População.

Prefeito Hildon Chaves pune servidor que teceu críticas em redes sociais

Servidor concursado de carreira alega assédio moral por parte do chefe do executivo municipal

Everaldo Caetano Silva, Serviços Gerais da Secretaria Municipal de Obras de Porto Velho, concursado desde 2010, procurou o Rondoniaovivo para denunciar uma medida tomada na secretaria em que estava lotado.

Após tecer críticas ao prefeito Hildon Chaves em sua rede social, o denunciante que também é presidente atual da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa), foi colocado à disposição para a Secretaria Municipal de Administração e teme seu futuro, pois atua numa área que detém conhecimento e não sabe o que farão com ele, alegando que é vítima de perseguição.

Com oito anos de posse em suas funções no cargo de auxiliar de serviços gerais na Secretaria Municipal de Obras, ele alega que durante este período não tem sequer uma falta, advertência ou algo parecido.

Publicidade

Publicidade

“Nos últimos cinco anos venho desempenhando minhas funções no setor administrativo da secretaria com dedicação e hoje para minha surpresa, fui colocado à disposição, sem nenhuma justificativa plausível pelo Senhor Secretário, Diego Andrade Lage”, informou Everaldo.

“Nos últimos dois anos fui vice-presidente eleito e atualmente presidente indicado da Cipa e vejo o que está acontecendo e creio que uma das causas do meu afastamento seja motivada pelo fato de criticar à atual administração”, disse. “Estou sofrendo perseguição e assédio moral por boa parte dos asseclas de sua excelência, o ‘desprefeito’ Hildon Chaves, e como servidor estatutário, posto e comento os malfazejos da inércia e ostracismo dessa pífia administração”, explica Everaldo.

Semob

Segundo Everaldo a secretaria conta com 70 cargos comissionados, 35 encarregados de campo, no entanto não tem dez equipes com cerca de cinco ou seis servidores para os trabalhos. “Tiraram vantagens como insalubridade, horas extras”, explica o servidor. “Isso nos abala, pois apenas trabalhamos e queremos melhores condições e desenvolver o mesmo”, comenta. “Digo mais, aos meus colegas que me mandaram mensagens de solidariedade, agradeço e aviso que vou buscar meus direitos”, finaliza.

Centranet
por Rondoniaovivo
da Rondoniaovivo
Veja mais
Comentários
Carregando...