Compartilhe
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
18
set
2020

PREFEITOS PROTESTAM. ELES ESTÃO COM O BOLSO VAZIO E O SACO CHEIO

Uma grande mobilização nacional ocorrerá nesta sexta. Não vai para as ruas. Vai é se trancar, fechar as portas. Não haverá gritos nas avenidas e nem há necessidade de mobilização policial, porque não serão os Black Bloks, aqueles idiotas, quem irão protestar. Serão prefeitos de todo o país, incluindo os 52 de Rondônia, que fecharão suas prefeituras, como forma de se aliar ao protesto em todo o país, contra a forma como os municípios vêm sendo tratados pelo governo federal. E não só pelo governo da dona Dilma Rousseff, mas todos os últimos governos, que relegaram os municípios a verdadeiros pedintes. A Confederação Nacional dos Municípios, que lidera o movimento, quer pressão total sobre Brasília, para que as comunidades não sejam mais punidas por decisões que, no final das contas, tiraram até 60% dos recursos que iam para os cofres municipais. Apenas algumas mudanças na legislação já resolveriam a maior parte dos problemas financeiros das Prefeituras. Mas nem isso o poder central topa.

Os governantes de plantão adoram discursar, dizendo que as pessoas vivem nas cidades e é nelas que os recursos devem ser investidos, para a melhoria da qualidade de vida da população. Pura balela, papo furado, mote de campanha eleitoral! Na Hora H, o grosso do dinheiro fica nos cofres da União, uma parcela vai para os Estados e as esmolas são encaminhadas aos municípios. A centralização absurda do poder e dos recursos que saem das comunidades, transformou muitas Prefeituras apenas em prédios de pedintes, porque os prefeitos andam com seus os bolsos vazios e o saco cheio (obviamente é apenas um trocadilho, porque não serve para as centenas de prefeitas que temos país afora). Está mesmo na hora de bater na mesa e exigir o que é direito das cidades. Então, o negócio é protestar mesmo…

 

ESCOLHA A DEDO

Um nome respeitado, com uma vida pública recheada de realizações e dedicada à coletividade, um empresário de sucesso. O governador Confúcio Moura escolheu a dedo o coordenador geral da sua campanha. Ninguém menos que Chagas Neto, cuja história pessoal é ligada profundamente com a história do desenvolvimento de Rondônia. Ex deputado Constituinte, ex secretário, Chagas chega com as melhores credenciais, para executar a complexa missão que terá pela frente.

TERRA ARRASADA?

Exatamente daqui a 62 dias começa a Copa do Mundo no Brasil. Como era de se esperar, muitas obras ficarão para a enésima hora. Outras tantas só ficarão prontas para a próxima Copa, daqui a quatro anos. A roubalheira que caracteriza eventos deste porte, no Brasil, começará a ser conhecida em alguns meses, embora muito pouco vá ser descoberto. Se nossa Seleção for campeã, muita coisa será esquecida. Se não for, será terra arrasada. A Copa pode decidir muita coisa, inclusive se nossa Presidente terá ou não chance de reeleição. Contagem regressiva começou.

FICA ONDE ESTÁ

Está fora e está dentro. Emerson Castro não será candidato a deputado federal, como o PMDB tentou convencê-lo até a última hora. Está fora. Mas está dentro, porque fica até o fim do governo Confúcio Moura, comandando uma das áreas mais nevrálgicas de qualquer governo, a pasta da educação.  Muita gente acha que Emerson seria um nome muito forte na nominata peemedebista à Câmara Federal, mas ele optou por outros projetos.A família do secretário da Seduc comemorou efusivamente a decisão dele de não ser candidato.

DO ZERO A 12 MILHÕES

O número parece inacreditável, mas é real e orgulha  Rondônia. Para um Estado que, na década de 70, pouco mais de 40 anos atrás, praticamente tinha um rebanho muito perto do zero, a surpresa é enorme. Hoje, são 12 milhões e 100 mil cabeças de gado, espalhado por várias regiões do Estado. O sétimo rebanho do país, o maior da região norte e podendo, em breve, passar para o sexto lugar no contexto nacional. A pecuária se expande no Estado e, a partir da próxima terça-feira, será lançada mais uma grande campanha de vacinação contra a aftosa. A meta, de novo, é imunizar quase 100 por cento de todo o gado rondoniense.

O PERIGO DOS PEIXES

Tem razão o deputado Ribamar Araújo, do PT, ao pedir que a Vigilância Sanitária aja de imediato, para fiscalizar os peixes que o consumidor porto velhense e rondoniense está comendo. Com a cheia do Madeira e a contaminação das águas, o risco de se ingerir peixe que pode transmitir doenças é presente. Ribamar solicitou, via Assembleia, que a Vigilância Sanitária seja convocada para atuar e que só possam ser comercializados os peixes liberados por ela. O seguro morreu de velho…

PIOR QUE O MENSALÃO

Está se tornando insuportável a sucessão de escândalos envolvendo autoridades públicas e organizações estatais, como a Petrobras. O que está ocorrendo com uma empresa que o Brasil lutou bravamente para criar, nos anos 50 é uma coisa inacreditável. As denúncias de desvios, roubalheira, enriquecimento ilícito e fortunas pagas por empresas que pouco valem, deixam o país de queixo caído. O caso dos Mensaleiros, pode ser fichinha, ante o que está se fazendo contra a maior empresa estatal deste país.

PERGUNTINHA

Na segunda quinzena de julho, Luiz Felipe Scolari , um dos treinadores mais respeitados no mundo, será herói ou vilão, para o torcedor brasileiro?

Notícias Relacionadas