Compartilhe
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
17
set
2020

PRF apreende armas que seriam entregues em aldeia indígena de RO

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu, na noite de terça-feira (8), duas armas de fogo e 34 munições durante uma fiscalização realizada no Km 14 da BR-421, em Ariquemes (RO), região do Vale do Jamari. As armas estavam escondidas na caminhonete de uma empresa terceirizada que presta serviços à Secretaria Especial da Saúde Indígena (Sesai). Segundo a PRF, o armamento seria levado para uma aldeia da etnia Uru-Eu-Wau-Wau . Três funcionários estavam no interior do veículo no momento da abordagem e dois foram presos por porte ilegal de arma.

Segundo a PRF, foram apreendidas duas armas longas, sendo uma espingarda de calibre 22 e uma espingarda calibre 32, com nove munições. Foram localizados ainda no interior da caminhonete 16 unidades de munição calibre 22 e um carregador de munição.

Segundo o delegado Rodrigo Camargo, ao serem questionados sobre as armas e munições encontradas, os suspeitos alegaram que receberam as armas da esposa de um índio no município de Jaru (RO) e estas seriam levadas para aldeia indígena da etnia Uru-Eu-Wau-Wau, que fica em Campo Novo de Rondônia (RO).

Diante do fato, dois prestadores de serviços que estavam no interior do veículo foram presos em flagrante por porte ilegal de arma de fogo. Eles prestaram depoimentos e foram liberados após pagar fiança. Eles devem responder o processo em liberdade. Já o motorista do veículo afirmou à polícia que não sabia do transporte das armas. Os dois homens detidos, que estavam com ele, reforçaram a informação e o condutor não foi autuado.

Conforme Camargo, o nome da empresa terceirizada que presta serviço para a Sesai não foi divulgado e o caso será encaminhado para a Polícia Federal (PF), que deve investigar o suposto receptador das armas na etnia Uru-Eu-Wau-Wau, assim como a procedência do armamento.

Procurada pelo G1, a Sesai informou que está apurando o caso junto com a coordenadoria da Secretaria em Rondônia.

Fonte:G1/RO

Notícias Relacionadas