Publicidade

PRF e MPT realizam operação de combate ao trabalho análogo ao escravo em Espigão do Oeste

As ações, que duraram 10 dias, aconteceram nas cidades de Cacoal, Espigão do Oeste e Pimenta Bueno

0
Real Turismo

Na quinta-feira (8), foi concluída uma operação conjunta envolvendo a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e o Ministério Público do Trabalho (MPT). A atividade, que teve início no dia 29 de julho, aconteceu nas cidades rondonienses de Cacoal, Espigão do Oeste e Pimenta Bueno, tendo como objetivo combater a prática de trabalho em condições análogas ao escravo.

Após o recebimento de denúncias anônimas, o MPT oficiou a PRF, solicitando o apoio operacional para que fossem concretizadas as visitas aos locais relatados, com o intuito de verificar os meios à disposição dos trabalhadores. Participaram da operação 5 policiais rodoviários federais, 6 auditores fiscais do trabalho, 1 procurador do trabalho, 1 defensor público e 4 motoristas oficiais do trabalho.

As atividades, que foram realizadas em 6 propriedades rurais às margens das rodovias, resultaram na fiscalização de 41 trabalhadores, dos quais 17 não possuíam o devido registro e 1 foi resgatado, em razão das condições degradantes e insalubres a que era submetido. Além disso, houve a lavratura de 46 autos de infração decorrentes das irregularidades trabalhistas encontradas e o dano moral coletivo a ser pago pelas propriedades foi fixado no valor de R$ 21.000,00 (vinte e um mil reais). Não foi verificada a prática de qualquer crime nos locais vistoriados.

por Rondo Noticias
da Rondo Noticias

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. AceitarVeja Mais