Publicidade

Publicidade

Proposta de Emenda à Constituição prevê a educação como vetor do progresso do Brasil

De autoria do senador Confúcio, texto aguarda relator na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado Federal

0
Real Turismo

A educação – direito de todos e dever do Estado e da família –, é vetor do progresso do país, e será promovida e incentivada com a colaboração da sociedade. É o que prevê a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) n° 137/2019, de autoria do senador Confúcio Moura (MDB/RO), protocolada na última quinta-feira (12).

O texto altera o artigo 205 da Constituição Federal, a fim de exaltar a importância da valorização do ensino. “A Lei Maior determina que a educação é um direito, sem afirmar que ela é o vetor do progresso econômico, nem que deva ser ofertada com a mesma qualidade para todos, como condição para servir como alicerce para a justiça social”, declara o senador.

Segundo Confúcio, o acréscimo dessa perspectiva é pertinente, na medida em que passa a valer, com status constitucional, a consciência de que cada estudante é, de certa forma, patrimônio nacional. “Observamos no Brasil que esse diálogo precisa ser mais ampliado. O Estado tem que defender a importância da educação e explicar à sociedade como será priorizada”.

No último Congresso Internacional Educação 360º, o economista e pesquisador da Universidade de Stanford, Eric Hanushek, afirmou que, se o Brasil colocasse todas as crianças na educação básica, com qualidade mínima garantida para todos, seria possível um aumento de produtividade que resultaria numa elevação de 16% do Produto Interno Bruto (PIB) por ano e num aumento salarial de 30%. “São números impactantes, que nos motivam a entender educação não como mera prestação de serviço, mas sobretudo como uma ferramenta para que o país avance”, finaliza Confúcio.

por Assessoria
da Assessoria

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. AceitarVeja Mais