Rondônia quer expandir Infovia e atrair municípios para parcerias

0
Real Turismo

A Superintendência do Estado para Resultados (EpR) ajusta o projeto Infovia para sua expansão a todos os municípios de Rondônia. As mudanças serão implementadas e planejadas para atual gestão. Nesta quinta-feira (13) o superintendente Coronel Delner Freire vai se reunir com representantes da Secretaria Municipal de Educação de Porto Velho (Semed) para tratar do projeto.  A reunião vai acontecer no Palácio Rio Madeira.

O superintendente destaca que na expansão do projeto, o Governo de Rondônia pretende levar a Infovia para escolas, hospitais e repartições públicas dos municípios. “Hoje a Infovia interliga hospitais, escolas, unidades de segurança e unidades administrativas do Estado, além de ter parceria com órgãos externos à administração direta”, fala Delner.

A Infovia tem como objetivo interligar unidades organizacionais do poder público por meio de uma rede de alta disponibilidade e velocidade. Sua aplicabilidade traz benefícios na saúde como, visualização de exames e prontuários, interação em tempo real por teleconferência. Na segurança, no comando e controle para gestão de emergências, vigilância inteligente, temporizadores de semáforos. Assim como na educação com, conexão wi-fi para alunos e professores, conteúdos digitais online, comunicação entre escolas e pais e educação a distância.

Segundo Hudyson Barbosa, diretor executivo de Tecnologia, Informação e Comunicação (Detic), “o trabalho da nova gestão é levar a expansão para Rondônia com a parceria dos municípios. Nos interessa que assim como a prefeitura de Porto Velho nos procurou para essa parceria, que outros municípios também se interessem pelo projeto. Com esse avanço da Infovia, o Estado aumenta seu parque tecnológico e gera emprego e renda”, afirma.

Além da capital rondoniense, o projeto está em funcionamento em Ariquemes e Candeias do Jamari. Com aplicação da Infovia, o projeto precisa de melhoria contínua na sua manutenção. No mês de abril o governador Marcos Rocha sancionou um crédito adicional suplementar de R$3,1 milhões.

O governo utiliza a Infovia para tráfego de dados gerados e emitidos em todas suas repartições públicas. Sem o crédito adicional, o tráfego de dados entre setores como Sesau, Seduc, Delegacias, Quarteis da PM e outros órgãos sofreriam pane.

por Secom
da Secom

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. AceitarVeja Mais