Publicidade

Publicidade

Rondônia tem mais de 240 mil famílias endividadas; Procon orienta negociar dívidas

0
Real Turismo

Dados divulgados pela Federação do Comércio de Rondônia (Fecomércio) mostram que 242.038 famílias em todo o estado estão endividadas. Com isso, o Programa de Orientação, Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) orienta os consumidores a negociar suas dívidas e se livrar dos juros.

O gerente conciliador do Procon, Jadson Fernandes, explica que a melhor forma de quitar a dívida é procurar diretamente a empresa. “O principal fator é evitar procurar uma empresa terceirizada contratada para cobrar os clientes porque eles cobram uma parte a mais pelo serviço que ela está prestando. O consumidor tem a opção de negociar com a empresa que ele deve e negociar com melhores condições e uma redução dos juros cobrados”, explicou.

A melhor opção na hora de fazer o pagamento, segundo Jadson , é sempre a vista, pois fica melhor para o consumidor, podendo conseguir até isenção de 100% dos juros. “Agora, se a pessoa quiser parcelar, a melhor forma é parcelar em poucas parcelas porque quanto maior a quantidade, mais juros vai ser embutido no valor final”, disse o gerente.

O Procon informa ainda que a pessoa que está com dívida pode pedir orientação do órgão, que pode intermediar a negociação com a empresa. “Se a empresa apresentar uma proposta totalmente abusiva, o Procon pode interceder e até mesmo penalizar aquela empresa”, enfatizou Jadson, destacando a importância de ser auxiliado pelo Procon.

Em caso de dívidas no cartão de crédito, a dica é tentar fugir de pagar o mínimo, pois a tendência é aumentar os juros. Se o dono do cartão não conseguir pagar o valor total, é melhor parcelar o valor total da fatura. “Nos balcões de atendimento, a gente sempre alerta os clientes que não entrem em uma dívida para quitar outra”, orientou.

O Procon tem Rondônia, segundo Jadson, tem recebido muitas reclamações nos por causa dos cobranças abusivas de juros. “Nós temos uma grande demanda de reclamações Procon, tanto para tentativas de negociação e parcelamento, quanto para negociação do juros cobrado pela empresa. É importante que o consumidor saiba o valor original da dívida, o que está sendo cobrado e qual o percentual de juros em cima de cada parcela”, destacou.

por RondoniaAgora
da RondoniaAgora

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. AceitarVeja Mais