Rondônia tem o 2º melhor saldo de geração de empregos da Região Norte em abril de 2019

Ji-Paraná, Porto Velho e Rolim de Moura tiveram os maiores saldos. Cálculo é feito a partir da diferença entre o número de contratações e de demissões com carteira assinada.

0
Real Turismo

Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados nesta semana mostram que Rondônia foi o segundo estado da Região Norte com o melhor resultado na geração de empregos e o 17º do país no último mês de abril.

O cálculo é feito a partir da diferença entre o número de contratações e de demissões com carteira assinada no período analisado.

Apesar do resultado positivo, neste ano foram gerados 31 postos de trabalho a menos, se comparado com o mesmo mês do ano passado. Em um período de 10 anos (desde 2010), apenas quatro anos registraram queda na criação de empregos também em abril.

Na Região Norte, o estado com mais vagas criadas foi o Amazonas: saldo de 1.643 empregos. A região ficou em 14º lugar no ranking nacional.

Ao todo, foram criados 129.601 postos de trabalho no Brasil, sendo o melhor abril dos últimos 6 anos. O acumulado deste ano é de 313.835 e dos últimos 12 meses é de 477.896 vagas.

Resultados

As cidades de Rondônia com os maiores saldos – quando calculada a diferença entre contratações e demissões – são Ji-Paraná, Porto Velho e Rolim de Moura, com 259, 149 e 43 vagas, respectivamente.

Em contrapartida, a cidade do estado com o pior resultado foi Ariquemes. O saldo negativo do município no Vale do Jamari é de 51 vagas, seguido de Vilhena, com 47 oportunidades perdidas.

Setores em alta

Em Rondônia, o setor de serviços foi o que teve o maior criação de vagas com 224, seguido da construção civil com 211 e do comércio com 158 novos postos.

Agropecuária teve o pior desempenho, com saldo negativo de 50.

por G1/RO
da G1/RO

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. AceitarVeja Mais