Publicidade

Publicidade

Publicidade

Tambaqui de Rondônia conquista o Brasil

0
Real Turismo

Cerca de 6 toneladas de tambaqui assado foram distribuídas durante o Festival do Tambaqui da Amazônia, realizado nesta quarta-feira (7), na Esplanada dos Ministérios em Brasília. Foram servidas 4,5 mil bandas do pescado amazônico de Rondônia, que foi doado pela Associação de Criadores de Peixes do Estado de Rondônia (Acripar, Zaltana Pescados e Agrofish). Para receber o pescado era necessário doar um quilo de alimento não perecível.

A iniciativa é uma parceria do governo de Rondônia com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), através da Secretaria Nacional da Pesca, e que contou com o apoio do Governo do Distrito Federal. Trata-se do primeiro Festival do Tambaqui da Amazônia a ser realizado fora da Amazônia.

Segundo os organizadores, o churrasco de tambaqui oferecido à população do Distrito Federal tem como objetivo popularizar o consumo deste tipo de proteína e mostrar o potencial que Rondônia tem para a produção de peixe de água doce.

“O tambaqui é uma joia brasileira. O brasileiro conhece e consome o salmão do Chile, o panga do Vietnã e o bacalhau português ou norueguês. Agora, chegou a hora de conhecer melhor o tambaqui, um peixe nativo da Amazônia que é produzido de forma sustentável, sem hormônio ou corantes”, afirmou o secretário de aquicultura e pesca do Ministério da Agricultura, Jorge Seif Junior.

Forte defensor dos produtos de Rondônia, o senador Acir Gurgacz ressaltou a importância do evento realizado em Brasília. “O tambaqui é o carro-chefe de nossa piscicultura, que conta também com o pirarucu, o tucunaré e muitos outros peixes saborosos. Esse evento é resultado de muito trabalho e da união de produtores e do poder público, que é a chave para o sucesso de nossa economia”, detalhou Acir.

O senador destacou que a produção de pescado em Rondônia deu um salto gigantesco nos últimos 10 anos, pulando de 15 para 96 toneladas/ano. Hoje, Rondônia é o maior produtor brasileiro de pescado de águas interiores. “Precisamos ganhar mercados, para aumentar a exportação e esse festival deve abrir muitas portas”, destacou Gurgacz.

O secretário de Agricultura do Estado de Rondônia, Evandro Cesar Padovani, destacou que a realização do churrasco de Tambaqui na Capital Federal abre novas possibilidades de negócios para os produtores de peixe da Amazônia, além de permitir a abertura de novos mercados para o pescado da Amazônia.

“Esse evento serve para mostrar a qualidade do peixe da Amazônia, em especial o Tambaqui de Rondônia.  Essa iniciativa vai abrir mercados e atrair novos consumidores, pois incentiva a população a consumir mais peixe”, salientou Padovani.

Atualmente o Estado de Rondônia é o maior produtor de peixe em cativeiro do Brasil, produzindo 96 mil toneladas/ano. A Região do Vale Jamari, em especial a cidade de Ariquemes, é a maior produtora de peixe em cativeiro do pais, responsável por 33% de toda produção no Estado.

Para o empresário Wilson Bertolli, de Ariquemes, a iniciativa trará resultados positivos não apenas para piscicultura, mas para todas as cadeias produtivas da agricultura e a economia de Rondônia. “Toda economia do Estado ganha com essa união de produtores, associações, cooperativas, empresas e os governos do Estado e Federal. Nosso peixe tem qualidade para conquistar qualquer mercado e precisamos dessa união”, salientou Bertolli.

por Assessoria
da Assessoria

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. AceitarVeja Mais