Publicidade

Campanha Dengue_novembro_desktop

TCE-RO participa de reunião com o presidente do STF para debater retomada de obras paralisadas

0
Real Turismo

O presidente do TCE de Rondônia e também do Conselho Nacional de Presidentes dos Tribunais de Contas (CNPTC), conselheiro Edilson de Sousa Silva, participa na próxima terça-feira (19), em Brasília, de reunião com o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, para debater a formulação de uma estratégia nacional, a fim de garantir a retomada de obras paralisadas em todos os estados brasileiros.

No convite para que o conselheiro Edilson de Sousa participe, na condição de presidente do CNPTC e do TCE-RO, da reunião, o ministro Dias Toffoli adianta ainda que será apresentado um diagnóstico das obras paralisadas judicializadas, em trabalho feito pelo Departamento de Pesquisas Judiciárias do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

O encontro, que será realizado no salão nobre do STF, contará ainda com a presença de representantes do Conselho Nacional de Ministério Público (CNMP), do Poder Legislativo Federal e da Controladoria-Geral da União (CGU), além de representantes de todos os TCs brasileiros.

OBRAS

Recentemente foi assinado, pelos representantes dos Tribunais de Contas e do Judiciário, termo de cooperação técnica, que referenda o empenho conjugado para a solução das obras paralisadas no país, assunto sobre o qual o Sistema Tribunais de Contas já se debruça desde a constituição de um comitê destinado à produção de um levantamento desses serviços interrompidos.

O Tribunal de Contas de Rondônia (TCE-RO) participou ativamente desse esforço nacional que envolveu a Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon), o CNJ e o Tribunal de Contas da União (TCU), com o objetivo de saber quantas e quais são as obras de engenharia dos poderes executivos (estadual e municipais), paralisadas no Estado por questões judiciais ou administrativas.

O objetivo foi identificar e traçar, junto aos municípios e à administração estadual, o perfil das situações existentes em relação a obras inacabadas em Rondônia, executadas com recursos desses entes ou com participação de verbas da União.

Como resultado desse trabalho, espera-se a retomada de obras públicas e projetos de infraestrutura que estejam inacabados ou paralisados, especialmente em serviços públicos relacionados à educação, à saúde, à mobilidade urbana e à habitação, entre outros, com representativo impacto na qualidade de vida da população.

Fonte: TCE-RO.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. AceitarVeja Mais